Controle financeiro: sua empresa sabe como fazer?

maio de 2018
Nenhum comentários
Autor: Ambiente Comunicação
Categoria: FINANÇAS

Controle financeiro: sua empresa sabe como fazer?

Ter o controle das finanças da sua empresa é imprescindível para a gestão competente do seu negócio. Afinal, se você não fizer isso, simplesmente, não terá as condições necessárias para tomar decisões e fazer as escolhas mais apropriadas.

Desse modo, é fundamental aprender mais sobre o tema controle financeiro: sua empresa sabe como fazer? Para tanto, confira neste artigo os seguintes tópicos:

Gerenciar o fluxo de caixa

O primeiro ponto para fazer um controle financeiro eficiente da sua empresa é controlar o fluxo de caixa. Para tanto, é preciso registrar todas as entradas e saídas e demais movimentações financeiras que acontecem no seu empreendimento. Essa tarefa deve ser realizada, preferencialmente, diariamente.

Dessa forma, você consegue acompanhar as finanças da sua empresa, como as contas a pagar, as contas a receber, se tem dinheiro em caixa para arcar com as despesas, quando é preciso fazer um empréstimo, etc. Se isso não for feito, você pode tomar decisões prejudiciais, levando a prejuízos e demais problemas para o seu negócio.

Analisar possibilidade de investimentos

Para que você saiba como fazer o controle financeiro da sua empresa é importante que entenda a necessidade de sempre basear as suas decisões em dados reais e não em achismos. Isso quer dizer que você não pode, como gestor, achar que tem dinheiro em caixa para um investimento, quando na realidade não conferiu os dados do fluxo de caixa.

Quando escolhas são feitas sem esse cuidado é possível começar dívidas difíceis de se livrar. Por isso, mais um requisito essencial do controle financeiro é ter tudo muito bem registrado para obter relatórios que indiquem a possibilidade ou não de fazer investimentos, seja para comprar novas máquinas, expandir a sua empresa ou mesmo contratar mais profissionais.

Determinar preço de venda

Mesmo depois que a sua empresa já está estabelecida no mercado, avaliar o preço de venda dos seus produtos e serviços deve ser uma constante. Isso porque a mão de obra encarece, bem como as matérias primas, insumos, impostos, etc. Dessa maneira, o seu negócio não vai conseguir se sustentar se continuar praticando os mesmos preços de anos atrás.

Por outro lado, não se pode simplesmente chutar um valor atualizado para cada item. Tudo deve ser bem pensado, por meio de uma análise de custos que vai ajudar na definição dos novos preços finis de cada uma das mercadorias. É preciso ainda levar em conta o poder de compra dos consumidores e os valores praticados pela concorrência.

Fazer política de redução de custos

Reduzir custos é mais um mecanismo importante do controle financeiro da sua empresa, sendo que isso não deve ser feito apenas nos períodos de crise. Se você criar uma política constante de redução de gastos é possível estar, inclusive, precavido para as futuras instabilidades financeiras.

Mesmo atitudes diferenciadas tomadas no dia a dia podem contribuir com a redução de custos, como não deixar as luzes acesas quando desnecessário. No entanto, também vale a pena ir mais a fundo, como buscar fornecedores mais baratos, processos mais econômicos e novas tecnologias sustentáveis.

Contratar consultoria qualificada

De acordo com a situação econômica do seu negócio pode ser necessário contratar uma consultoria para ajudar você a organizar a casa. Profissionais competentes e experientes no mundo das finanças podem indicar caminhos para você sair do aperto.

Da mesma forma, não é preciso esperar para a sua conta entrar no vermelho. Você pode buscar aconselhamento com uma consultoria sempre que tiver dúvidas sobre como fazer as escolhas mais assertivas para o seu empreendimento.

Publicado por:

Ambiente Comunicação
Ambiente Comunicação Ambiente Comunicação

Deixe seu comentario